O hino dos fuzileiros

Ой у лузі червона калина похилилася, canção conhecida em todo o mundo como hino dos fuzileiros [Гімн Українських Січових Стрільців].

 

A canção nasceu como um símbolo poético da luta pela libertação da Pátria. Da frente de batalha foi para as rádios como marcha de infantaria em concertos e rapidamente se transformou em uma canção nacional. Atualmente é uma das músicas mais conhecidas em toda a Ucrânia, inclusive fora de suas fronteiras.

 

 

Tradução: Ludmila Szymanskyj

 

 

Quase todos os povos têm a sua árvore-símbolo favorita. Os canadenses têm o bordo, que se tinge de todos os tons do amarelo ao marrom durante o outono; os russos, a bétula, com seu tronco de casca branca, e a sorveira, que pontua as florestas, os jardins e ruas de dourado durante o outono. Nós, ucranianos, temos o salgueiro, também conhecido por “chorão” e o viburno ou kalena*.

Há um provérbio ucraniano que diz: “Sem o salgueiro e o viburno, a Ucrânia não existe” [Без верби і калини нема України] (citação in: https://www.br.com.ua/referats/tvory/39185.htm).

Resplandecente, formoso, rubro, uma infinidade de maravilhosas e poéticas palavras encontramos nas poesias e canções que muitos dos notáveis poetas e escritores ucranianos exaltaram em suas obras.

Um exemplo:

 

No prado floresceu o rubro viburno

Sorriu como a menina-moça.

 

O símbolo “rubro viburno”, de múltiplos rubros cachos, foi o mais difundido pelos poetas e também foi exaltado pelo grande poeta Taras Shevchenko [Тарас Шевченко].

O significado do viburno nas canções populares é o símbolo da beleza moça jovem.

Outro exemplo:

 

Junto ao moinho há um viburno

Lá a jovem andava

Flor de viburno colhia

Com a face comparava.

 

Era tão bela como o viburno.

Junto ao moinho, moinho,

Há um rubro viburno,

Oh, não é o viburno

Mas é uma bela jovem.

 

Há uma lenda popular ucraniana que narra como surgiu o viburno. Conta-se que essa história aconteceu na época em que os turcos e tártaros capturavam jovens rapazes e moças para levá-los ao cativeiro. Uma vez viram uma jovem de rara beleza e foram atrás dela. A jovem tentou fugir e teria conseguido se não tivesse se enroscado em um arbusto com o seu colar. O colar arrebentou e as contas se espalharam pela terra. A jovem pereceu no cativeiro. Das contas vermelhas do colar cresceram os arbustos com os belos rubros cachos. O povo deu-lhes o nome de viburno.

* No idioma ucraniano, viburno é калина (kalena) e é palavra do gênero feminino, a kalena.

 

 

Texto original de autoria da escritora O. Malova, publicado no livro Círculo Solar [Сонячне Коло] publicado em Kyiv, em 1997, pela Editora Vus [Вус].

 

 

No prado, o rubro viburno inclinou-se Ой у лузі червона калина похилилася, Oy u luzi chervona kalyna pokhylylasya,
     
No prado, o rubro viburno inclinou-se Ой у лузі червона калина похилилася, Oy u luzi chervona kalyna pokhylylasya,
A nossa gloriosa Ucraina angustiou-se Чогось наша славна Україна зажурилася, Chohosʹ nasha slavna Ukrayina zazhurylasya.
O rubro virbuno nós ergueremos А ми тую червону калину підіймемо, A my tuyu chervonu kalynu pidiymemo,
A nossa gloriosa Ucraina nós alegraremos! А ми нашу славну Україну, гей, гей, розвеселимо! A my nashu slavnu Ukrayinu, hey-hey, rozveselymo!
Os Stril’tsi Sitchovi* partem para a luta Виступають Стрільці Січовії у кривавий тан Vystupayutʹ Strilʹtsi Sichoviyi u kryvavyy tan
Libertar a Pátria amada dos seculares grilhões Визволяти рідную країну з вікових кайдан. Vyzvolyaty ridnuyu krayinu z vikovykh kaydan.
Nossos irmãos ucranianos nós libertaremos А ми нашиих братів-українців визволимо A my nashyykh brativ-ukrayintsiv vyzvolymo
A nossa gloriosa Ucraina nós alegraremos! А ми нашу славну Україну, гей, гей, розвеселимо!* A my nashu slavnu Ukrayinu, hey-hey, rozveselymo!
O vasto campo está com trigo dourado, Гей, у полі ярої пшенички золотистий лан, Hey, u poli yaroyi pshenychky zolotystyy lan,
Os Sitchovi Stril’tsi com os moscovitas travam a batalha. Розпочали Січовії Стрільці з москалями тан. Rozpochaly Sichoviyi Strilʹtsi z moskalyamy tan.
O trigo dourado nós colheremos, А ми тую ярую пшеничку ізберемо, A my tuyu yaruyu pshenychku izberemo,
A nossa gloriosa Ucraina nós alegraremos! А ми нашу славну Україну, гей, гей, розвеселимо! A my nashu slavnu Ukrayinu, hey, hey, rozveselymo!
Quando o impetuoso vento soprar e o canto voar Як повіє буйнесенький вітер, як полине спів Yak poviye buynesenʹkyy viter, yak polyne spiv
Por toda a Ucraina os Sitchovi Stril’tsi serão glorificados То прославить по всій Україні Січових Стрільців. To proslavytʹ po vsiy Ukrayini Sichovykh Strilʹtsiv.
A gloria dos Stril’tsi Sitchovi nós preservaremos А ми тую стрілецькую славу збережемо, A my tuyu striletsʹkuyu slavu zberezhemo,
A nossa gloriosa Ucraina nós alegraremos! А ми нашу славну Україну, гей, гей, розвеселимо! A my nashu slavnu Ukrayinu, hey, hey, rozveselymo!

 

 

* Na época da I Guerra Mundial, a Ucrânia Ocidental pertencia ao Império Austro-Húngaro. Nesta época foi formada uma legião de voluntários ucranianos, especialmente desta região oeste da Ucrânia, que se chamaram Sitchovi Stril’tsi [Січові Стрільці]. Stril’tsi significa atiradores, fuzileiros. A palavra Sitchovi foi dada em homenagem à Sitch [Січ], que foi a sede dos cossacos, fundada em 1552 pelo hetman Dmytro Vyshnevetsky [Дмитро Вишневецький] na ilha de Khortytsia [Хортиця], no Rio Dnipró.

 

Letra original complementada in: https://nashe.com.ua/song/6358; http://homin.etnoua.info/novyny/oj-u-luzi-chervona-kalyna/ e http://www.pisni.org.ua/songs/8878.html

 

Vale saber: existem variantes da letra dessa canção. Porém seus acordes e o sentido pátrio são conhecidos e reconhecidos por todos os ucranianos em qualquer lugar do mundo. Tanto isso é verdade que essa canção atualmente é executada nos acampamentos e nos campos nas batalhas que a Ucrânia vem travando pela defesa de seus territórios e sua soberania.

 

Veja, aprecie, cante junto. Esse é um dos vídeos mais sensíveis dessa canção interpretada pelo coral Veryovka.

 

 

Outra versão, com imagens antigas, da época da I Guerra Mundial.

 

 

E componentes de um coral não resistem e de improviso cantam a canção em uma estação de Metrô na capital Kyiv.

 

 

Que tal uma versão bem moderna???? Para entender que os jovens, hoje, também se emocionam com essa canção:

 

 

 

Cante junto:

in: http://homin.etnoua.info/novyny/oj-u-luzi-chervona-kalyna/

 

 

Para saber mais, veja o vídeo em http://resource.history.org.ua/cgi-bin/eiu/history.exe?&I21DBN=ELIB&P21DBN=ELIB&S21STN=1&S21REF=10&S21FMT=elib_all&C21COM=S&S21CNR=20&S21P01=0&S21P02=0&S21P03=ID=&S21STR=0012762

Informações para complementação do texto in: nashe.com.ua/song/16304.

Deixe uma resposta