Celebração da Páscoa

A Páscoa, ou o Великдень (Velykdenʹ) é o feriado mais sagrado do calendário religioso para os ucranianos. Conheça mais as tradições.

 

Por Ludmila Szymanskyj

A Ucrânia está localizada no hemisfério norte e de março a maio é a primavera. A Páscoa é realizada nesta época.

É muito trabalho nesta época do ano. É preciso arar os campos, semear os cereais, cuidar dos pomares, dos canteiro e levar os animais para o pasto. Porém se entregam com alma e coração (e com as mãos) para a chegada da Páscoa. Principalmente a dona de casa tem muito trabalho.

Antigamente a quaresma era rigorosamente observada. Não era permitido consumir derivados de leite, ovos e a carne de qualquer animal. Somente podia-se consumir peixes, verduras, legumes e frutas. Hoje devemos jejuar toda quarta-feira, sexta-feira e durante a Semana Santa.

No início da quaresma a família começa a preparar as “Pêssankas” [Писанки] (Pysanky), que são ovos de galinha (ou outra ave) pintados [na verdade, “escritos” e que você já viu aqui em http://minhaucrania.com.br/2017/03/30/pessanka/] à mão, e outros preparos. Geralmente esta atividade executam as mulheres da casa.

No Domingo antes da Páscoa é Domingo de Ramos [Вербна Неділя] (Verbna Nedilya), a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém. Todos os adultos, jovens, crianças e idosos procuram ir à igreja para assistir à missa e benzer os ramos.

 

Domingo de Ramos na Ucrânia. In: https://pogliad.ua/news/chernivtsi/shutka-be-ne-ya-byu-yak-bukovinci-svyatkuyut-verbnu-nedilyu-248372#1

 

Depois da liturgia benzem-se os ramos que são geralmente de salgueiros. Na Ucrânia não existem palmeiras. Aqui na diáspora usamos salgueiros, palmeiras ou o que cresce [e está disponível] no local. Os ramos bentos são levados para casa e colocados perto dos ícones. Os ramos do ano anterior são queimados. Porque é pecado jogar no lixo ou pisotear.

Existe um costume com os ramos bentos: bater de leve nas costas dizendo:

Не я б’ю — верба б’є,

За тиждень — Великдень,

Недалеко червоне яєчко!

 

Ou:

 

Não sou eu quem está batendo – é o ramo que bate,

Daqui a uma semana – é Páscoa.

Teremos ovinho vermelho!

 

 

 

Batendo nos mais jovens, se dizia:

 

Будь великий, як верба,

А здоровий, як вода,

А багатий, як земля!

 

Ou:

 

Seja grande, como o salgueiro,

Saudável, como a água,

Rico, como a terra!

 

Na última semana da Quaresma, até a Quinta-feira da Paixão – Страсний Четвер (Strasnyy Chetver) – tudo na casa deve estar preparado, limpo e em ordem.

A liturgia da Quinta-feira da Paixão começa no final do dia: é uma celebração triste e emocional, lembrando a crucificação de Jesus Cristo. Após a celebração, as pessoas trazem a vela acesa para casa e procuram mantê-la acesa, como se fosse uma lanterna. Chegando em casa, na entrada da moradia, fazem uma cruz com a fumaça da vela no batente da porta para proteger a casa dos maus espíritos. Na nossa época moderna vale trazer a vela apagada, acendê-la em casa e fazer a cruz.

Sexta-feira da Paixão é o sepultamento de Jesus Cristo. Neste dia não se fala alto, não há música, canto. Algumas pessoas não se alimentam até o final da celebração deste dia.

A missa neste dia começa às duas horas da tarde. Antes do final da missa há uma procissão solene com o Santo Sudário ou Плащаниця (Plashchanytsya), dando três voltas ao redor da igreja. Após a terceira volta, todos entram na igreja e o Santo Sudário é colocado no meio da igreja, sobre uma mesinha (que se chama сетрапод – setrapod – uma palavra grega) envolto com flores e ervas aromáticas. Cada paroquiano ora em frente ao sudário, inclina-se três vezes até o chão e beija o sudário. [Atualmente em São Paulo as celebrações greco-católicas da Sexta-feira da Paixão são realizadas às 10 horas da manhã;  a procissão faz apenas uma ampla volta em torno da igreja; rapazes da comunidade, com camisas bordadas, organizam uma “guarda de honra” junto ao sudário durante as orações e prostrações dos fiéis; os sinos da igreja não repicam neste dia, apenas a matraca é tocada e seu som oco e pungente marca o momento de recolhimento, silêncio e luto.]

 

In: https://uk.wikipedia.org/wiki/%D0%9F%D0%BB%D0%B0%D1%89%D0%B0%D0%BD%D0%B8%D1%86%D1%8F

 

 

Sábado de Aleluia é um dia muito atarefado para a dona de casa que precisa executar muitas tarefas. A começar pela Paska (já falamos sobre ela: veja em http://minhaucrania.com.br/2017/03/27/paska-2/), um tipo de panetone um pouco mais alto, com uma cruz no topo, feito da própria massa de Paska. Também se preparam os Пирішки (Pyrishky), pãezinhos recheados com carne ou outros recheios que são assados no forno ou fritos em óleo. Também se preparam carnes assadas como leitão, pato, frango e outros alimentos que serão servidos no Domingo de Páscoa. A mesa deve ficar coberta pelos pratos. Também se preparam os крашанки (krashanky) que são os ovos cozidos coloridos em tons vivos como azul, amarelo, laranja, vermelho e outras cores.

É hora então de preparar a cesta que será levada para a igreja para ser benzida no Domingo de Páscoa. Enfeita-se a cesta com uma toalha bordada e são então colocados os alimentos: Paska, linguiça, sal, manteiga, raiz forte (хрін, khrin), presunto, toucinho defumado (сало, salo), queijo, pyrishky, krashanky e outros alimentos. Além, é claro, das Pêssanka (que você também já viu aqui: http://minhaucrania.com.br/2017/03/30/pessanka/). O cesto é coberto com uma outra toalha bordada geralmente com a inscrição Христос Воскрес (Cristo Ressuscitou).

Geralmente a missa pascal é realizada no sábado à noite e começa antes da meia-noite. O Santo Sudário permanece em adoração na igreja. Uns minutos antes da meia-noite, todo o povo e o sacerdote deixam a igreja e as portas são fechadas. Há uma procissão com três voltas ao redor da igreja. À meia-noite o sacerdote bate na porta da igreja dizendo Христос Воскрес! (Cristo Ressuscitou! Khrystos Voskres!) e a comunidade responde cantando Воістину воскрес! (Realmente Ressuscitou! Voistynu voskres!). [Em São Paulo, a igreja greco-católica reza a missa pascal no domingo às 10 horas da manhã; também voltam a repicar todos os sinos, em um clima festivo e de alegria].

Essa passagem é muito emocionante: traz uma grande felicidade, paz e calma na alma. A porta se abre e todos entram na igreja. O padre cumprimenta cada paroquiano com Христос Воскрес! (Khrystos Voskres!) e cada um responde Воістину воскрес! (Voistynu voskres!). Todos se cumprimentam entre si. Esta saudação permanece até o feriado da Ascensão (Вознесіння, Voznesinnya).

Após a missa pascal, cada um coloca seu cesto em volta da igreja. Outra vez a procissão. Na terceira volta, o sacerdote abençoa os alimentos. Chegando em casa, a família se reúne para festejar a Ressurreição. Antes do início da refeição, todos comem um pedacinho da Paska benzida e só então cada um come o que lhe apetece. Antes de benzer a Paska é pecado comê-la; até a dona da casa não a experimenta. Na Ucrânia, antigamente, todas as migalhas bentas são enterradas.

 

Христос Воскрес! (Khrystos Voskres!)

Воістину воскрес! (Voistynu voskres!)

 

E na diáspora nós dizíamos:

 

Христос Воскрес! (Khrystos Voskres!)

Воскресне Україна! (Voskresne Ukrayina!)

 

Feliz Páscoa para o povo do Brasil e do mundo!

 

Fontes adicionais:

https://pogliad.ua/news/chernivtsi/shutka-be-ne-ya-byu-yak-bukovinci-svyatkuyut-verbnu-nedilyu-248372#1

http://doshkolenok.kiev.ua/paskha-velykden/725-velykden.html

http://xn--80aafi6cg.if.ua/kultura/3871-shutka-b-ie-ne-ia-b-iu-vidnyni-za-tyzhden-bude-velykden.html

 

Um comentário em “Celebração da Páscoa

Deixe uma resposta