Ceia de Natal

Natal é tempo de preparar pratos tradicionais para uma das celebrações mais importantes entre os ucranianos de todo o mundo.

Por Ludmila Szymanskyj

 

A Ucrânia está localizada no hemisfério norte. Nesta época do ano faz muito frio e a temperatura pode chegar até 20 graus Celsius abaixo de zero ou mais. Porém as crianças adoram o inverno. Voltando da escola, eles logo saem para brincar na neve. Andam de trenó, fazem bolas de neve para jogar uns nos outros, mas a maior diversão é fazer o boneco de neve.

Na véspera de Natal, o dia estava deslumbrante. Fazia frio mas estava ensolarado e agradável. A neve era branca, branquinha, e com os raios solares brilhava como se fosse cristal. A natureza sorria com todo o seu esplendor, se preparando para comemorar o nascimento de nosso Salvador, Jesus Cristo.

Perto de um bosque, numa ampla casa, vivia uma família muito amorosa. As crianças eram como todas as outras: adoravam brincar na neve. Um dia antes da véspera do Natal, voltando da escola, foram para fora e o cachorrinho deles, Cirko, também foi atrás. Andaram de trenó, brincaram com as bolas de neve e finalmente começaram a fazer o boneco de neve. 

  • Yuriy, você vai fazer o corpo do boneco – falou Andryi.
  • Eu vou fazer a cabeça – disse Thayssa.
  • Então eu vou enfeitá-lo – falou Larissa.
  • E eu vou fazer o quê? – perguntou Marina.
  • Você, Marina, pegue o chapéu e o cachecol do Tato (Тато, em ucraniano, Papai).
  • Nathalia, você vai buscar cenoura, beterraba e carvão. Eu vou para o bosque pegar os galhos para fazer os braços.

O cãozinho Cirko corria de um lado para o outro querendo ajudar as crianças.

Distribuídas as obrigações, cada um foi executar a sua tarefa.

Quando o boneco foi terminado, ficou lindo. Os olhos de carvão pareciam duas azeitonas pretas; o nariz era uma bela cenoura e a boca, de fatias de beterraba, bem vermelha. O boneco parecia que estava sorrindo, querendo dizer: obrigado crianças! Estou muito lindo!

  • Agora que terminamos o boneco, vamos entrar para casa porque está escurecendo – disse Yuriy.

Marina e Nathalia deixaram perto do boneco algumas cenouras e um pouco de repolho para os coelhinhos, pois nesta época do ano há pouca coisa para comer no bosque. Porque tudo está coberto de neve, os animais passam muita fome.

Dentro de casa, com a lareira acesa, estava quente e aconchegante.

  • Leremos um pouco as fábulas e vamos dormir mais cedo hoje – disse Thayssa.
  • Por que temos que ir dormir mais cedo? – perguntou Nathalia.
  • Porque amanhã é véspera de Natal. Teremos que ajudar Mama (Мама, em ucraniano, Mamãe) a preparar o Sviat Vetchir (Святвечір, em ucraniano, a ceia de Natal).

As crianças se acomodaram perto da lareira com os livros nas mãos. O cachorrinho Cirko também deitou perto deles e como estava cansado de tanto correr, começou a cochilar.

Na véspera de Natal, Mama acordou bem cedo para preparar a ceia, que na tradição ucraniana deve ter 12 iguarias ricas, porém sem carne, ovos e produtos laticínios, apenas legumes, hortaliças e frutas que são os frutos do campo, da horta e do pomar.

Os meninos foram com Tato cuidar das coisas no quintal.

As meninas ficaram com Mama ajudando a preparar a ceia de Natal.

  • Thayssa, venha ajudar a preparar a kutiá (кутя, prato tradicional à base de trigo cozido, servido na véspera de Natal). Vamos colocar o trigo para cozinhar e, depois de cozido, temperamos com mel, acrescentamos uvas passas, nozes e sementes de papoula (мак).
  • Larissa, você prepara o uzvar (узвар, compota de frutas secas). Não esqueça de colocar todas as frutas secas.
  • E o que eu vou fazer? – perguntou Nathalia.
  • Eu também quero ajudar – falou Marina.
  • Vocês, meninas, peguem as hortaliças e os legumes para o borscht (борщ, tradicional sopa de beterraba e vários outros legumes) (já vimos como fazer aqui).

Elas então prepararam holubtsi (голубці, charutos de folhas de repolho recheados com trigo sarraceno e cogumelos) (que já publicamos aqui, na versão com carne). E também preparam varenyky (вареники, tipo de risoli ou pastel de massa, cozidos). Foram recheados com batata, repolho e cogumelos.

  • Meninas, venham preparar a massa para pyrishky (пирішки, pequenos pães recheados, assados ou fritos).
  • Mama, recheados com carne? – perguntou Marina.
  • Não. Serão recheados com batata e repolho. Hoje não podemos comer carne – respondeu Thayssa.
  • Por que não podemos comer carne? – perguntou Nathalia.
  • Porque antes do Natal é tempo de jejum. E hoje é o último dia do jejum – disse Larissa.
  • Eu adoro pyrishky com carne – falou Marina.
  • Eu também amo muito – completou Nathalia.
  • Mama, todos preparam sempre os mesmos pratos? – perguntaram as meninas.
  • A kutiá (кутя) e o uzvar (узвар) são obrigatórios. Cada família prepara as outras iguarias de que mais gosta – respondeu a Mama.
  • Mama, e o que teremos no almoço de amanhã? – perguntaram ao mesmo tempo Marina e Nathalia.
  • Amanhã, depois da missa, iremos almoçar na casa dos avós. Teremos leitoa, pato e outras delícias – respondeu a Mama.
  • E o que teremos de sobremesa? – perguntou Thayssa.
  • Torta mil folhas além de rocambole com semente de papoula e outros doces – respondeu a Mama.
  • Mil folhas é a minha torta preferida – falou Larissa.
  • A minha também – completou Thayssa.

Elas também prepararam vários pratos de peixe assado, peixe frito, com molho e em conserva.

No final da tarde, tudo estava pronto.

Tato e os meninos entraram, trazendo didukh (дідух, o símbolo da boa colheita, da fartura, do bem estar) e um feixe de trigo.

 

Didukh (дідух), foto in: http://slovoprosvity.org/2018/01/04/diduh/

 

No canto da sala, onde ficam os ícones, foi colocada uma pequena mesa, coberta com uma toalha bordada. Sobre ela, o didukh enfeitado com o trigo, e três velas.

Numa pequena tigela, Mama colocou a kutiá e, numa taça, um pouco de uzvar. Ela e as meninas levaram as iguarias para o altar.

  • Fazemos isso, de deixar um pouco de kutiá e uzvar no altar, para nossos parentes falecidos, pois eles virão cear conosco – explicou Mama.
  • Bem, parece que está tudo pronto! Andriy, Yuriy, vão ver se a primeira estrela já nasceu – pediu Tato.
  • Já, a estrela já nasceu! – exclamaram os meninos.
  • Então agora podemos começar a ceia – disse Tato.

A família ficou em pé ao redor da mesa e rezaram o Pai Nosso (Отче Наш) (também já publicado aqui).

Para iniciar a ceia, todos comeram kutiá e beberam uzvar. Depois cada um se deliciou com o que quis.

Após a ceia, as crianças estavam ansiosas para ir à casa dos avós e dos tios.

  • Mama, o cesto já está pronto para levar para os avós e tios? – perguntou Yuriy.
  • Sim, está pronto. Vistam os casacos e agasalhem-se bem, porque está fazendo muito frio.

Andriy e Yuriy pegaram o cesto. Thayssa e Larissa seguram com Marina e Nathalia. Cirko também foi junto.

Fazia muito frio. Ao redor, tudo era branco; os abetos estavam carregados de neve. Reinava o silêncio. A lua prateada e as estrelas, brilhando, reluziam na neve macia e transmitiam paz e calor para a alma.

  • Vamos pelo atalho. É mais perto que do que pela rua. A lua prateada e as estrelas iluminam nosso caminho – falou Yuriy.

Assim, caminhando na neve, com Cirko correndo à frente, de repente ouviram um grito de dor.

  • Ai, ai – gritou Larissa, chorando de dor – acho que fraturei meu pé!

Todos ficaram assustados. Marina e Nathalia começaram a chorar e Thayssa acalmava as irmãs.

  • Fiquem calmos! Vamos chamar Tato e Mama – falou Andriy.
  • Criko, venha aqui! – chamou Yuriy.

Cirko veio correndo para perto de Yuriy.

  • Corra já para casa e volte com Tato e Mama.

Cirko olhou com seus olhos inteligentes e, entendendo a ordem, correu para casa.

  • Au, au! – latiu Cirko.
  • Cirko está de volta. Algo aconteceu com as crianças – falou Mama toda preocupada.
  • Não se preocupe, Mama! Vamos esperar que não seja nada grave.

Cirko pegou com dentes a ponta do casaco do Tato e começou a puxar.

  • Já entendi! Vá na frente que nós o seguiremos – exclamou Tato.

Como o local do acidente era perto de casa, Tato, Mama e Cirko chegaram logo. As crianças estavam aflitas com o acidente. Tato e Mama carregaram Larissa de volta para casa. Tiraram sua bota mas o pé não estava inchado. Larissa mexeu o pé normalmente. Então enfaixaram seu pé e calçaram novamente sua bota.

  • Estou bem agora! Podemos ir – disse Larissa.

As crianças ficaram felizes por não ter sido nada grave e por poderem prosseguir o caminho.

Chegando na casa dos avós, todos juntos os saudaram:

  • Khrestos Narodyvsya! (Христос Народився, Cristo Nasceu!)
  • Slavimo Yoho! (Славімо Його, Glóoria a Ele!)
  • Tato e Mama mandaram a ceia! – as crianças falaram todas juntas.
  • Agradecemos por essa maravilhosa ceia!

Os avós presentearam os netos com brinquedos, livros e doces.

  • Marina e Nathalia, vocês decoraram alguns versos de Natal? – perguntaram os avós.
  • Mama nos ensinou – responderam as meninas – Nós vamos declamar.

 

 

A estrela natalina no céu surgirá,

O pequeno Jesus, para crianças virá

Різдвяна зірка на небо вийде,

Малий Ісусик до дітей прийде.

O pequeno Jesus, filho de Deus amado,

Haverá ceia e abeto enfeitado.

Малий Ісусик, Боже Дитинка,

Буде Свят-вечір, буде ялинка.

Em cada lar o canto de Natal soará.

Por toda Ucraina a alegria nascerá.

Буде колядка в кожній хатині,

Настане втіха в Україні.

 

  • Muito bem! Muito lindo o verso (вірш) – exclamaram os avós. – Vocês vão recitar na festa de Natal da escola?
  • Sim, vamos! Outras crianças também aprenderam diversos versos.
  • Quando vocês vão sair para “kolyaduvaty” (колядувати, cantar, geralmente de casa em casa, canções de Natal, as “kolhadás”, Коляда, singular e Колядки, plural) – perguntaram aos mais velhos.
  • Amanhã, depois do almoço. Esperamos ganhar doces e alguns trocados. Tato e Mama, com alguns amigos, também irão para arrecadar fundos para o orfanato, para a escola e para os pobres – responderam as crianças.

Assim conversando, o tempo passou e as crianças tinham que voltar para casa.

As crianças voltaram felizes, cheias de emoção e presentes. Logo foram dormir para acordar cedo, ir à missa, almoçar com os primos e depois sair para kolyaduvaty.

Nas ruas já se ouvia o canto natalino.



Deus de sem-fim (Бог предвічний) – veja em https://www.youtube.com/watch?v=KVDCbPhsYG4

 

Бог предвічний народився,
Прийшов днесь із небес,
Щоб спасти люд свій весь,
І утішився.
Deus de sem-fim veio dos céus,

Como homem nasceu,

Redimiu o povo seu,

O Senhor e Deus.

Що за чудо нам явилось,

Де Христа Невіста

Родила Пречиста
Там звізда стала.

Apareceu no alto uma luz,

Uma estrela brilho

Onde a Virgem enfaixou

Seu Filho Jesus.

“Слава Богу!” – заспіваймо,
Честь Сину Божому
Господеви нашомуПоклін віддаймо.
“Glória a Deus” – vamos cantar.

Ao eterno Senhor

E da terra Salvador

Vamos adorar

 

В Вифлеємі народився,
Месія, Христос наш,
І пан наш, для всіх нас,
Нам народився.

Ознаймив це Ангел Божий
Наперед пастирям,
А потім звіздарям
І земним звірям.

Діва Сина як породила,
Звізда ста, де Христа
Невіста Пречиста
Сина зродила.

Тріє царі несуть дари
До Вифлеєм-міста,
Де Діва Пречиста
Сина повила.

Звізда їм ся об’явила,
В дорозі о Бозі,
При волі, при ослі
Їм ознаймила.

“Тріє царі, де ідете?”
“Ми ідем в Вифлеєм,
Вінчуєм спокоєм  
І повернемся”.

Іншим путем повернули,
Погану, безстидну,
Безбожну Іроду
Не повідали.

Йосифові Ангел мовить:
З Дитятком і з Матков,
З бидлятком, ослятком
Хай ся хорониить.

In: http://www.pisni.org.ua/songs/23461.html

 

Uma boa Nova (Нова радість стала) – veja e ouça em https://www.youtube.com/watch?v=lS477bDtgCA

 

Нова радість стала,
Яка не бувала,
Над вертепом звізда ясна
У весь світ засіяла.
Uma boa nova ,

Sobre a terra soa,

A alva estrela do presépio

Toda a terra renova.

Де Христос родився,
З Діви воплотився,
Як чоловік пеленами
Убого повився.
Onde a Virgem Santa,

Seu filho acalanta,

Que tão pobre vem ao mundo,

Sem camisa nem manta.

Пастушки з ягнятком
Перед тим дитятком
На колінця припадають,
Царя-Бога вихваляють.
O pastor pequenino,

Diante do Menino,

E os cordeiros, de joelhos,

Louvam alto o Rei divino.

 


Ой Ти, Царю, Царю,
Небесний Владарю,
Даруй літа щасливії
Сего дому господарю.

Сего дому господарю
І сій господині,
Даруй літа щасливії
Нашій славній Україні.

In: http://www.pisni.org.ua/songs/216199.html

 

Boa Noite damos (Добрий вечір тобі) – veja e ouça em https://www.youtube.com/watch?v=fpK_QxMfwvc

Добрий вечір тобі, пане господарю: радуйся!
Ой радуйся, земле, Син Божий народився!

Застеляйте столи, та все килимами: радуйся!
Ой радуйся, земле, Син Божий народився!

Та кладіть калачі з ярої пшениці: радуйся!
Ой радуйся, земле, Син Божий народився!

Бо прийдуть до тебе три празники в гості: радуйся!
Ой радуйся, земле, Син Божий народився!

А що перший вже празник – Святеє Рождество: радуйся!
Ой радуйся, земле, Син Божий народився!

А другий вже празник – Святого Василя: радуйся!
Ой радуйся, земле, Син Божий народився!

А третій вже празник – Святі Водохрещі: радуйся!
Ой радуйся, земле, Син Божий народився!

А що перший празник зішле тобі втіху: радуйся!
Ой радуйся, земле, Син Божий народився!

А що другий празник зішле тобі щастя: радуйся!
Ой радуйся, земле, Син Божий народився!

А що третій празник зішле всім нам долю: радуйся!
Ой радуйся, земле, Син Божий народився!

Зішле всім нам долю, Україні волю: радуйся!
Ой радуйся, земле, Син Божий народився!

In: http://www.pisni.org.ua/songs/116202.html

Ouça estas e outras lindas kolhadas em http://traditions.in.ua/pisni/koliadky

 

Deixe uma resposta